Evento de Encerramento do projeto Engine4F

No passado dia 7 de junho, quinta-feira, decorreu no Auditório Eng.º Victor Matos, da Escola Profissional de Aveiro, a sessão de encerramento do projeto Erasmus + Engine 4F – Engineer for the Future. Este projeto foi desenvolvido ao longo dos últimos três anos, sob a coordenação da AEVA e com a parceria de escolas, universidades, PMEs e ordens de engenheiros, num total de 10 entidades de 6 países: Portugal, Chipre, Espanha, Estónia, Grécia e Itália. Em Portugal, fizeram parte deste projeto, além da AEVA, a Ordem dos Engenheiros e a Universidade de Aveiro.

Ao longo destes 3 anos, o projeto pretendeu incrementar a visibilidade das áreas técnicas e de profissões da área da engenharia e promover a aprendizagem de disciplinas STEM (Ciências, Matemática, Química e Física, através de práticas de ensino criativas e inovadoras.  Foi igualmente seu objetivo contribuir para a desconstrução de estereótipos de género, favorecendo a igualdade de género e desconstruindo ideias negativas preconcebidas relacionadas com os percursos de aprendizagem dos cursos de ensino e formação profissional.

Neste sentido, o Multiplier Event realizado na passada quinta-feira foi assim o culminar de todo um trabalho intensivo e dedicado de todas as entidades envolvidas no projeto, com cada parceiro a apresentar as atividades e estratégias desenvolvidas junto de alunos, professores e empresas em cada um dos seus países. Estas e outras atividades/contribuições podem ser consultadas na página do projeto e, concretamente, no Ambiente Virtual de Aprendizagem criado ao longo do projeto (http://engine4f.aeva.eu/ e http://www.pragmaeng.it/engine4f/).  Foi, igualmente, apresentado o estudo do impacto deste projeto que revelou que, através do esclarecimento, contacto com empresas e desenvolvimento de projetos, os alunos puderam ter uma noção mais clara e esclarecedora desta área profissional, acabando por colocar como hipótese um prosseguimento de estudos nesta área.

Paralelamente a esta sessão, que contou com a participação de cerca de 100 convidados (incluindo um representante da Agência Nacional Erasmus +), realizaram-se workshops com alunos de várias escolas que, face a um desafio real, tiveram de propor soluções utilizando conteúdos/conceitos das chamadas disciplinas STEM. No final, o melhor projeto foi premiado com uns óculos 3D da Microsoft. Além deste prémio, foram ainda atribuídos outros aos vencedores dos diversos projetos desenvolvidos e apresentados nas diversas sessões realizadas ao longo destes 3 anos de projeto.