Desenvolvimento de competências para a vida – Implementação do Kit Pedagógico numa escola parceira da AEVA

No âmbito do projeto LIKE – Life sKills for improving primary school Environment, cujo objetivo é trabalhar na prevenção do abandono escolar junto das crianças do 1º ciclo do ensino básico, teve início, no Instituto Duarte de Lemos, em Águeda, parceiro local da AEVA, a fase teste do Kit Pedagógico.

Este projeto, financiado pelo Programa Erasmus + – Parcerias Estratégicas no âmbito da Educação Escolar –, conta, para além da AEVA, com instituições da Hungria (país coordenador), Espanha, Bulgária, Itália e Polónia e pretende desenvolver estratégias e instrumentos de trabalho ao nível da gestão das emoções.

Este kit pedagógico contém um conjunto de atividades e de instrumentos de avaliação que permitem reconhecer, por parte do grupo alvo de trabalho, o grau de aprendizagem/assimilação de competências básicas para a vida, contribuindo assim para a diminuição do abandono escolar.

Pretende-se, igualmente, redefinir os currículos no que diz respeito ao desenvolvimento de competências para a vida, junto dos mais novos.

Foram já realizadas algumas atividades com as crianças do 1º ciclo, como, por exemplo, ‘O conto terapêutico’, em que foi lido um conto às crianças, pretendendo-se, por um lado, discutir com as crianças emoções e sentimentos como ‘afeto’, ‘doçura’, etc., registando-se as respostas dadas e, por outro lado, analisar o significado dos ‘sentimentos positivos’ e dos ‘sentimentos negativos’.

Outra atividade também já implementada, foi a intitulada ‘Palavras para Sentimentos’, em que as crianças, dispostas em círculo, conversaram sobre aquilo que as deixava aborrecidas e/ou felizes, tendo as crianças surpreendido as professoras pelas suas declarações genuínas e pela sua enorme capacidade de expressão de sentimentos.

Ainda no âmbito desta fase de teste das atividades desenvolvidas no âmbito do projeto, foi também já realizada uma atividade com a participação ativa dos pais e/ou encarregados de educação das crianças. Os resultados, segundo os professores envolvidos, foram muito positivos, reforçando, assim, a importância fundamental da participação dos pais no trabalho educativo e pedagógico, em conjunto com as escolas.

De acordo com uma das professoras envolvidas, “as atividades do projeto têm corrido muito bem, os resultados têm sido bons e os alunos demonstram capacidades em exprimir sentimentos e falar sobre aquilo que sentem. Têm demonstrado melhor entendimento e amizade entre eles”. Acrescentou, ainda, que “é surpreendente ver a adesão dos pais, perceber o tipo de atividades que prepararam e como as ligam aos sentimentos, e, ainda, compreender as conversas que vão tendo com os seus filhos”.

Em futuro próximo, outras atividades vão ser postas em prática junto dos grupos-alvo.

Este kit de atividades, depois de testado, e eventualmente ajustado, irá estar disponível junto de todas as escolas e pais / encarregados de educação, assim como de outros educadores interessados no desenvolvimento de competências para a vida – uma tarefa particularmente importante nos dias que correm, se tivermos em conta os comportamentos individualistas expressados por uma sociedade cada vez mais global.