CANDIDATURAS A ESTÁGIOS TRANSNACIONAIS

Encontram-se abertas as candidaturas para o Programa ERASMUS+ Mobilidade Individual, destinadas a alunos do terceiro ano dos Cursos Profissionais, para realização de um estágio transnacional a partir de janeiro de 2020.

A candidatura deverá ser formalizada até ao dia 17 de novembro de 2019, por correio eletrónico, para o email secretariado@citizens.pt, com o envio da seguinte documentação:
• CV (formato Europass), redigido em português e inglês;
• Carta de motivação em português e inglês;
• Cópia de Bilhete Identidade/Cartão cidadão;
• 1 Fotografia atual.
 
Países de acolhimento da Formação em Contexto de Trabalho: Áustria, Chipre, Estónia, Espanha e Itália.
Número de vagas:
• 17 para estágio de 60 dias
• 2 para estágio de 150 dias
Programa Erasmus+ Ação Chave 1 é uma iniciativa da Comissão Europeia, através do qual se promovem estágios e formação em empresas e outras entidades transnacionais a serem usufruídos por alunos e professores das escolas e instituições integrantes no Programa. Tem como objetivo apoiar a participação em ações de formação e aperfeiçoamento e a aquisição e utilização de novos conhecimentos, competências e qualificações, de forma a facilitar o desenvolvimento pessoal, a empregabilidade e a participação no mercado de trabalho europeu, de todos quantos forem selecionados.
Os estagiários e os professores usufruem de uma bolsa de subsistência e de outras comparticipações nas despesas, nomeadamente a viagem e o seguro.
 
DATAS IMPORTANTES:
Prazo de candidatura – 17 de novembro de 2019
Entrevistas – a partir de 25 de novembro de 2019
Resultados – 5 de dezembro de 2019
Início de preparação da mobilidade: 9 de dezembro de 2019
Período de mobilidade: a partir de janeiro de 2020
 
CRITÉRIOS DE SELEÇÃO:
Análise individual da situação do aluno que inclui:
• Empenho, motivação e comprometimento para com o projeto;
• Disponibilidade, capacidade de inter-relacionamento e predisposição para comunicar com outras pessoas, conhecer outras culturas e realidades culturais e linguísticas;
• Relatório do orientador educativo dos alunos e respetivo coordenador de curso;
Perfil pessoal: Empenho, interesse pela vida escolar revelado durante todo o percurso escolar do aluno, assiduidade, pontualidade. Relatório elaborado pelo OE e respetivo CC. Este critério tem uma ponderação de 60% na seleção.
Mérito: Média global, média componente técnica, média língua estrangeira e n.º de módulos em atraso à data efetiva de seleção. Este critério tem uma ponderação de 30% na seleção.
Funcionalidade: Estão em causa critérios de motivação, disponibilidade, facilidade de inter-relacionamento, facilidade de comunicação, entre outros, por meio de entrevistas individuais e de grupo. Este critério tem uma ponderação de 10% na seleção.
 
Apesar da preferência manifestada por algum país, o aluno poderá ser colocado num outro local, tendo em conta a indisponibilidade do primeiro em acolher jovens no curso em questão. Por outro lado, dado o número limite de vagas por país, um aluno selecionado poderá ser colocado num país não escolhido por si, em primeira instância. Após a divulgação dos resultados de seleção, o aluno tem 3 dias para manifestar a sua aceitação ou recusa do projeto. Neste caso, os alunos em lista de espera serão colocados nas vagas, por ordem sequencial.